Notícias

Sempre ao último em informação

Blue Eye, o novo aplicativo da Paradox
Blue Eye, o novo aplicativo da Paradox
Blue Eye, o novo aplicativo da Paradox

A By Demes Group apresenta Blue Eye, o novo aplicativo da Paradox que se conecta e interage com os sistemas de segurança Paradox, videoporteiro, automação e control de acessos. Diferencia-se principalmente da App Insite Gold pela possibilidade de gerir os sistemas de videoporteiros, além disso, oferece maior estabilidade e rapidez. Lembramos que a Paradox finalizou a criação dos novos servidores Swan Turn usando a tecnologia Kubernetes. Os novos servidores Swan serão mais rápidos, confiáveis e seguros. A By Demes, fornecedor oficial da Paradox em Portugal, informou anteriormente sobre os novos servidores Paradox Swan. Embora o aplicativo Insite Gold continue ativo, na By Demes recomendamos que todos os nossos clientes atualizem para o Blue Eye, devido às vantagens mencionadas. Também vale a pena notar a sua compatibilidade com SP, Magellan e EVO. O preço do novo App será o mesmo, mas além disso, se você tiver uma instalação contratada com a Insite Gold, poderá usar o Blue Eye pelo mesmo período. Um aspeto interessante a ser observado sobre o Blue Eye, é que cada solicitação para a cloud SWAN é repetida várias vezes para confirmar e garantir que as solicitações nunca falhem ou sejam perdidas: Baixe o Blue Eye na Play Store ou Blue Eye na App Store. Para mais informações, não hesite em utilizar o formulário de contato da By Demes, a nossa excelente equipa comercial irá responder o mais rápido possível.

O que é melhor instalar: câmaras IP ou câmaras analógicas?
O que é melhor instalar: câmaras IP ou câmaras analógicas?
O que é melhor instalar: câmaras IP ou câmaras analógicas?

As câmaras de videovigilância são elementos essenciais em um sistema de segurança. Dependendo do tipo de instalação a ser realizada, pode ser interessante apostar em um tipo de produto ou outro. Nesse sentido, muitas vezes surgem dúvidas sobre o que é melhor instalar, câmaras IP ou câmaras analógicas? Descubra através da By Demes, distribuidor líder de tecnologias de segurança em Portugal, quais são as soluções mais adequadas para cada problema. Lembre-se que em nosso site você encontra o mais amplo catálogo de produtos CCTV do mercado, o que sempre garantirá o sucesso em todos os seus projetos. O que são câmaras IP e como elas funcionam? As câmaras IP são dispositivos de vigilância por vídeo que utilizam a conexão com a Internet para enviar sinais de imagem, vídeo e até áudio. Pode ser através de uma rede fixa ou dinâmica, como cabo Ethernet, rede local ou Roteador ADSL. Esses dispositivos de CCTV são compostos por uma câmara, um processador e uma memória interna. Graças ao seu próprio endereço IP, eles podem compartilhar conteúdo remotamente em tempo real. Por que usar câmaras IP? Estamos falando de câmaras extremamente fáceis de instalar, sem necessidade de cabeamento, e que podem oferecer uma ampla variedade de funções: envio de fotos e vídeos em caso de alarme, visualização em tempo real, envio de notificações imediatas... Atualmente existe uma grande demanda por câmaras IP Wi-Fi em ambientes internos e externos, graças às vantagens mencionadas e à facilidade de montagem que oferecem em apartamentos, residências unifamiliares, etc. Um aspecto interessante a ser considerado é a segurança das câmeaas IP, que podem ser afetadas por inibição ou tentativas de hackers caso não estejam devidamente atualizadas e protegidas. Também é importante considerar que a qualidade da imagem pode ser afetada pelo serviço de Internet disponível. O que são câmaras de vigilância analógicas e como elas funcionam? As câmaras analógicas são os dispositivos tradicionais usados para vigilância por vídeo. Neste caso, os sinais são enviados via cabo coaxial ou cabo UTP para um gravador e ao mesmo tempo os sinais são emitidos através de um monitor. Os gravadores analógicos gravam e armazenam as imagens capturadas por meio das câmaras. Por que usar câmaras de segurança analógicas? A instalação deste tipo de dispositivo é mais complexa, pelo que geralmente é imprescindível que seja realizada por um técnico especializado. No entanto, deve-se notar que sua confiabilidade é muito maior, por isso são frequentemente usadas em instalações profissionais ou de maior risco. Qual é a diferença entre uma câmara analógica e uma digital? O que levar em conta? A seguir, veremos uma comparação com as diferenças mais notáveis entre câmaras IP e analógicas que podem nos ajudar a definir qual é a melhor opção para cada problema: Instalação: já vimos que as câmaras IP são mais fáceis de instalar do que as analógicas. Para a escolha da câmara também será necessário verificar se a área apresenta dificuldades de fiação ou a distância em que queremos instalar a câmara em relação à casa. Qualidade de imagem: atualmente podemos encontrar uma alta qualidade de vídeo e resolução de ambas as opções. Será essencial olhar para as especificações do modelo. Segurança e confiabilidade: Como já mencionamos, as câmaras IP são mais suscetíveis a hackers e inibições, no entanto, as câmaras analógicas também são vulneráveis a atos de vandalismo. De qualquer forma, ambos os sistemas são confiáveis se devidamente instalados e protegidos. Preço: Até relativamente pouco tempo atrás, as câmaras IP eram muito mais caras do que as câmaras analógicas. Felizmente, existem modelos cada vez mais baratos que podemos usar em nossos projetos. De qualquer forma, o preço de cada dispositivo varia de acordo com os recursos que oferece. Funções avançadas: as câmaras IP podem funcionar individualmente, sem a necessidade de um gravador de vídeo, instalando um microSD para poder armazenar as gravações ou eventos. Os modelos atuais possuem detecção inteligente de IVS que permite detecção perimetral de pessoas, reconhecimento facial ou leitura de placas, entre outras opções. Gerenciamento: As câmaras IP permitem o controle a partir do App do fabricante, o que nos permite receber notificações e visualizar as gravações em tempo real. Para mais informações sobre dispositivos de videovigilância utilize o formulário de contacto By Demes, a nossa excelente equipa comercial irá ajudá-lo o mais rápido possível.

Vantagens das instalações de domótica quando combinadas com sistemas de segurança
Vantagens das instalações de domótica quando combinadas com sistemas de segurança
Vantagens das instalações de domótica quando combinadas com sistemas de segurança

Hoje em dia, as constantes inovações tecnológicas englobam o auge da automação residencial e comercial profissional graças às vantagens proporcionadas pelas domóticas. Adicionar uma solução de domótica aos seus sistemas de segurança é sinónimo de interligação e controlo centralizado de dispositivos, o que permite a gestão remota e automatização das ações de forma a obter uma “casa domótica”. Combinável com uma infinidade de sistemas de segurança, desde dispositivos de intrusão, CCTV ou controlo de acesso, nossa gama de soluções de instalação de domótica está disponível diretamente em nosso catálogo de produtos IOT Smarthome. Para conhecer detalhadamente o processo de automação residencial ou de escritório profissional e saber como reforçar o grau de segurança dos sistemas de segurança, na By Demes informamos a seguir as vantagens das instalações domóticas quando combinadas com sistemas de segurança. O que é uma instalação de domótica e exemplos Para entender o que é a domótica, é importante lembrar que ela funciona graças à IoT (internet das coisas). Este termo refere-se à capacidade tecnológica dos dispositivos de comunicar informações a outros por meio do uso de sensores, e sem a necessidade de intervenção humana, ou seja, de forma automatizada e independente. As “instalações de domótica” correspondem então ao conjunto de tecnologias que recolhem e processam os dados captados e emitidos por estes sensores de domótica integrados nos dispositivos. O usuário pode então obter uma visão global do sistema através de interfaces de controle, e desta forma facilitar a gestão remota e centralizada de vários dispositivos enquanto os automatiza para uma operação inteligente. Agora, se nos perguntarmos para que serve a domótica, lembramos que ela pode ser aplicada em diferentes níveis, seja na automação residencial ou na automação do local de trabalho. Como exemplos de instalações de domótica frequentemente utilizadas, temos: O controle de eletrodomésticos, como televisores, projetores ou ar condicionado. A domótica para persianas também é muito utilizada, pois permite a gestão remota de abertura e fecho a partir de um APP, graças a um interruptor de domótica Wi-Fi, mas também programar estes movimentos de acordo com determinadas condições de forma automatizada. O controlo das luminárias através de relés, lâmpadas e dimmers, para gestão remota do sistema de iluminação, que permite ainda regulação automatizada e poupanças energéticas significativas. O controle de temperatura, graças aos controladores IR, termostatos e relés para controlar e regular inteligentemente as temperaturas nas diferentes salas. O controle de sistemas de segurança, desde câmaras de vigilância inteligentes, fechaduras de domótica, ou sensores de fumo e intrusão, que podem ser centralizados na mesma unidade de controle, bem como automatizar e inter-relacionar por regras de programação e até mesmo controlar remotamente graças a comunicadores habilitados em o painel de controle. Vamos nos concentrar abaixo no último ponto e em como fazer uma instalação de domótica que aprimore nossos diferentes sistemas de segurança. Veremos então os diferentes elementos de uma instalação de domótica essenciais para uma integração de qualidade, que oferece todas as vantagens esperadas dessas tecnologias de comunicação, automação e controle de dispositivos. Integração da domótica em sistemas de segurança Como explicamos anteriormente, as instalações de domótica podem ser realizadas graças ao uso de sistemas de segurança avançados e flexíveis. Para obter uma interligação e controlo geral dos diferentes dispositivos, os sistemas de domótica da VESTA são uma das melhores soluções disponíveis no nosso catálogo de produtos, pois facilitam a automação completa da casa ou escritório. Além disso, a gestão de uma domótica a partir de um painel proporciona não só conforto e segurança, mas também uma considerável eficiência energética graças à otimização do consumo global, tornando a sua casa mais ecológica e respeitadora do ambiente. A optimização da segurança graças à domótica concentra-se sobretudo nos sistemas de intrusão/incêndio, CCTV e controlo de acessos. Para obter maior segurança e conforto de uso, os dispositivos de segurança devem ser automatizados e controláveis ​​conjuntamente a partir de um painel, o que permite reduzir riscos e gerenciar a interconexão. Da mesma forma, existem inúmeras integrações e combinações de automação residencial e profissional, incluindo: A aplicação de domótica para sistemas CCTV, que permite ao utilizador controlar remotamente as câmaras IP graças à Internet, automatizar o funcionamento com regras personalizáveis ​​e, sobretudo, combinar dispositivos com sensores de presença e alarmes. Pode fazer a gestão do circuito completo de CCTV a partir do painel para maior eficiência em caso de intrusão ou incidente. A aplicação da domótica aos sistemas de controlo de acessos, automatizando dispositivos como: fechaduras electrónicas inteligentes, videoporteiros IP, leitores biométricos, leitores de proximidade, oferece a possibilidade de autorizar ou não o acesso a pessoas, mas também de automatizar o funcionamento de acordo com perfis, horários e obter um registo preciso da actividade. A aplicação de domótica a alarmes e dispositivos de detecção de incêndio e intrusão, que também é muito útil para o controle centralizado e gestão adequada de combinações com outros dispositivos: controle de acessos, câmaras, fechaduras e muito mais, dependendo das necessidades do usuário.  Neste sentido, a domótica oferece vantagens de gestão da operação de acordo com horários, interligação de dispositivos, automatização completa e controlo remoto a partir de um telemóvel graças à Internet. Os sistemas de automação residencial podem então ser adaptados a diferentes instalações de segurança e são úteis tanto para manter a segurança em uma casa quanto em escritórios profissionais. De acordo com as principais marcas disponíveis na By Demes, veremos agora algumas das nossas melhores soluções de domótica. As melhores marcas de automação residencial, disponíveis na By Demes Na By Demes, colaboramos com as marcas mais destacadas do setor para poder oferecer a mais ampla e completa gama de soluções IoT a nível nacional e internacional. Os nossos sistemas de domótica incorporam as mais recentes inovações tecnológicas e adaptam-se perfeitamente a qualquer tipo de domótica, garantindo um desempenho de qualidade que vai ao encontro das necessidades dos nossos clientes. FIBARO Considerando as nossas melhores marcas, temos a Fibaro, especializada em instalações de domótica para sistemas de intrusão. Oferecem produtos variados que são reconhecidos como muito eficientes ao integrá-los ao sistema de segurança. Além disso, a Fibaro propõe uma série de interruptores de relé, dimmers e módulos inteligentes para controle remoto de dispositivos. Philio Technology A marca Philio Technology é especializada no desenvolvimento de automação residencial (IoT) e produtos de automação para instalações residenciais e profissionais, oferecendo uma ampla gama de produtos, incluindo: sirenes, interruptores, dimmers, sensores e muito mais para a criação de um lar inteligente. EZVIZ Por sua vez, na Ezviz by Hikvision, estão focados no desenvolvimento de dispositivos CCTV domóticos e inteligentes para a gestão remota e automação completa das atividades de segurança. Oferecem uma seleção completa de câmaras inteligentes, vídeoporteiros IP, visor de porta inteligente e campainhas de vídeo sem fio para completar os sistemas de segurança e proteção com a maior eficiência ao nível de proteção de vídeo, prevenção de riscos de intrusão e gestão facilitada de dispositivos. ZKTeco Outra marca interessante é a ZKteco, desenvolvedora de tecnologias de dómoticas inteligente ao nível de sistemas de CCTV, controle de acesso e Smarthomes IoT diversos, oferecendo uma solução completa de dispositivos conectados e com gestão ​​a partir de um painel de controle. Encontramos uma série de câmaras de vigilância IP, leitores e softwares de controle de acesso, terminais biométricos, que completarão perfeitamente a rede de dispositivos de segurança instalados para melhor desempenho e interconexão mais completa. MCO HOME O fabricante e desenvolvedor de tecnologias IoT Smarthome MCO Home concentra-se no design de dispositivos inteligentes com base nas tendências atuais do mercado e nas necessidades futuras. Em constante busca por inovação, propõe uma ampla gama de produtos com tecnologia Z-Wave, como: sensores, interruptores, plugues inteligentes, painéis touch, painéis de persianas e muitos outros dispositivos para formar o sistema de automação residencial mais completo possível. LifeSmart Por fim, também colaboramos com LifeSmart, que oferece soluções completas de Smart Home. Baseada em domótica geral ou escritórios profissionais, traz ao mercado tecnologia avançada e inovadora em termos de dispositivos de domótica a todos os níveis. Dentro da sua oferta podemos encontrar: sensores, câmaras, interruptores, fechaduras, mas também sistemas de iluminação, para poder criar ou completar as suas instalações de domótica e reforçar o grau de automatização global. Na oferta By Demes, encontrará uma grande variedade de sistemas de domótica adaptáveis ​​a qualquer tipo de domótica e escritórios profissionais automatizados para obter um ambiente interligado e inteligente que reduzirá drasticamente os riscos e aumentará a proteção dos seus colaboradores ou familiares. Para obter mais informações sobre nossa oferta de produtos, use o formulário de contato By Demes, e a nossa excelente equipa comercial irá atendê-lo o mais rápido possível.

Novos servidores Swan de Paradox
Novos servidores Swan de Paradox
Novos servidores Swan de Paradox

A Paradox concluiu a criação dos novos servidores Swan Turn usando a tecnologia Kubernetes. Os novos servidores Swan serão mais rápidos, confiáveis e seguros. By Demes Group, como fornecedor de Paradox em Portugal, informa todos os detalhes: Há algumas semanas começaram os testes beta dos novos serviços com resultados muito satisfatórios. Agora vamos avançar gradualmente para a próxima etapa com a atualização do app móvel para o novo aplicativo BlueEye e as atualizações do módulo IP150+ e IP150. Nas próximas semanas serão lançadas gradualmente novas versões para PCS265LTE, PCS265, PCS260, PCS250 e PCS250G usando os novos servidores Swan. Está no processo de solicitar aos usuários por meio de uma mensagem no aplicativo para atualizar seus dispositivos IP. Os instaladores podem atualizar os módulos através do menu do instalador no Insite Gold ou com o Infield para as versões V IP150+ a v5.6.14 e IP150 a v5.2.58. Para se conectar aos novos servidores Turn, o IP150+ deve ser atualizado para a versão 5.6.14 e o IP150 para a versão 5.2.58. Atualmente ambos os servidores estão sendo executados em paralelo e, no caso improvável de um problema com os novos servidores, todos os dispositivos e aplicativos serão redirecionados automaticamente para os servidores antigos em poucos minutos. Muito importante: espera-se que a migração seja concluída até 18 de junho para os módulos IP e logo depois para os módulos GPRS PCS. Quando 90% dos módulos atualizados forem atingidos, o antigo servidor Swan começará a desligar gradualmente os serviços anteriores, espera-se que em julho-agosto seja totalmente desligado. Chegou em julho. Em agosto, os módulos que não foram atualizados para as novas versões perderão a conexão com o SWAN. As instalações que NÃO usam os servidores Swan com o aplicativo ainda DEVEM ser atualizadas para garantir a bidirecionalidade e a capacidade de se conectar com o Baybyware., NEware e Infield.

Controlo de acessoss - O que é, tipos e aplicações na segurança
Controlo de acessoss - O que é, tipos e aplicações na segurança
Controlo de acessoss - O que é, tipos e aplicações na segurança

Cada vez mais empresas e particulares apostam em soluções de controlo de acessoss que lhes permitam controlar e proteger eficazmente as suas fábricas, escritórios, instalações ou residências. Neste sentido, poder oferecer dispositivos de controlo de acessos é uma mais-valia que complementa os sistemas de intrusão e videovigilância mais avançados do mercado. Se ainda não possui sistemas de controle de acessos no seu portfólio, convidamos-o a descobrir mais sobre eles com By Demes, o distribuidor líder de tecnologias de segurança em Portugal. Explicaremos tudo o que precisa saber sobre controlo de acessos: o que é, os tipos que existem e as suas aplicações na segurança que pode usar nos seus projetos profissionais. Encontre as melhores e mais avançadas soluções das marcas líderes do mercado no Catálogo de Controlo de Accesos de By Demes. O que é um sistema de controle de acessos e por que pode ser essencial? O conceito de controlo de acessos, no campo geral da segurança, refere-se a sistemas de automação que permitem ou impedem a entrada de pessoas ou veículos em residências, empresas ou instituições, conforme indicadores previamente configurados. Distinguimos os sistemas de proximidade, para os quais um objeto é obrigado a autenticar e autorizar a entrada (um cartão, por exemplo), dos dispositivos biométricos que autenticam a pessoa reconhecendo as suas características físicas (rosto, impressão digital ou palma da mão, por exemplo), sem a necessidade de transportar um objeto adicional. Podem ser implementados nas portas dos edifícios, casas, instalações, estacionamento e, finalmente, em todos os tipos de entradas. Estes tipos de soluções podem ser essenciais para a gestão do acessos dos trabalhadores nos locais de trabalho, veículos em estacionamentos compartilhados e até a possibilidade de permitir a entrada dos trabalhadores numa casa quando o proprietário não está presente. Tudo isso permite prevenir e identificar prontamente uma possível intrusão. Ao nível da conectividade, existem sistemas de controlo de acessos autónomos e outros baseados em servidores. A seguir, vamos vê-los em detalhes. Instalações autónomas de controlo de acessos  Dispositivos de controlo de acessos autónomos, como o próprio nome sugere, permitem autorizar ou impedir o acessos de pessoas sem qualquer conexão e de forma independente. Em geral, são pequenos, fáceis de instalar e usar. No nível operacional, precisam de uma configuração prévia para indicar os parâmetros desejados e assim fazer a gestão das entradas e saídas de forma autónoma, o que proporciona grande confiabilidade e utilidade. Destacamos os sistemas de controlo de acessos de U-Prox, que geralmente são aplicados em portas e estacionamentos. É fácil de instalar, com pouca necessidade de gestão e uma única porta. Recomendamos o uso do sistema de controlo de acessos U-Prox para: Acessoss comunitários Comunidades de vizinhos Escritórios Entrada comunitária de proprietários Entradas de armazém Acessos de veículos Dispositivos de controlo de acessos autónomo para empresas Aqui está uma pequena seleção representativa de produtos que pode usar para proteger pequenas instalações e empresas: Leitor versátil UPROX-044 O leitor multicredencial U-Prox funciona de forma eficaz com cartões, Mifare, Mifare Plus e credenciais móveis. A instalação é especialmente confortável e simples e é facilmente ajustável a partir do próprio SmartPhone do usuário. Controlador autónomo UPROX-045 Permite que smartphones sejam usados ​​como credenciais com o aplicativo U-Prox Mobile ID e identificadores móveis U-Prox ID. Incorpora um botão de saída sensível ao toque e permite a conexão de um leitor externo da série U-Prox SL. Dispositivos autónomos de controlo de acessos para veículos Para proteger e controlar as entradas de veículos em estacionamentos privados, aconselhamos: Tag identificador sem contato UPROX-046 Permite a autorização de usuários do sistema de controlo de acessos em modo mãos livres. A etiqueta U-Prox serve para transmitir a identificação móvel incluída, botão de ativação integrado disponível e funciona apenas com leitores U-Prox SL (SmartLine). Dispositivos autónomos de controlo de acessos para residências Fechadura eletrónica inteligente Danalock SALTO-001 Pode ser vinculado ao Sistema de Alarme VESTA através do protocolo Z-Wave para instalação em casas, residência de condomínio ou residência de aluguer por temporada. Pode fazer a gestão da fechadura inteligente a partir de um smartphone. A instalação não requer parafusos ou furos e é colocada na parte interna da fechadura. Além disso, mantém um resumo das atividades e monitora quando e quem entra ou sai de casa. Se quiser saber mais sobre estes dispositivos de segurança, veja o nosso artigo detalhando o funcionamento das fechaduras eletrónicas inteligentes. Instalações de controlo de acessos de pequeno e médio porte Ao nível dos sistemas de controlo de acessos de pequena e média dimensão, entre 3 e 4 portas, a By Demes oferece a mais vasta gama de soluções, adaptadas a todo o tipo de instalações profissionais. O sistema Atlas da ZKTeco, uma das gamas mais eficientes e utilizadas do mercado, permite gerir um máximo de 21 controladores e 84 portas, com funções avançadas de controlo de acessoss. Os dispositivos oferecem a vantagem de que o software está diretamente embutido no controlador, facilitando a gestão de vários dispositivos de controlo de acessos conectados em várias zonas. Foi projetado para ser utilizado em pequenas e médias empresas com um número considerável de portas, que não requerem manutenção de computadores e que, por sua vez, oferecem um registro de eventos mais avançado. Dispositivo de controlo de accesos de pequeno e médio tamanho do Sistema Atlas de ZKTeco Neste caso, existe a possibilidade de combinar o seguinte leitor biométrico com leitores de proximidade:  Leitor de impressão digital e cartão ZKTeco ZK-160 O dispositivo permite o uso de impressão digital ou cartão e é compatível com controladores Atlas, mas também com dispositivos standalone. Possui LED e indicador acústico. É ideal para instalação em paredes, e graças ao seu fabrico em aço inoxidável tem uma longa vida útil. Instalações de controlo de acessos baseadas em servidor O terceiro e último tipo de controlo de acessos sobre o qual falaremos é o baseado no servidor, ou seja, é controlado por meio de um software de gestão  que oferece diferentes funcionalidades. Estes tipos de instalações permitem gerir múltiplas zonas e pontos de acessos com diferentes tecnologias. Combinam LPR, biometria, proximidade, gestão de visitantes... e são muito úteis para infra-estruturas críticas e locais complexos, como grandes centros logísticos que exigem controlo de acessos avançado. Além disso, estão adaptados à gestão de estacionamentos com grande volume de vagas, grandes escritórios e complexos empresariais, incluindo funções de controlo de acessoss por horários e autorizações. Este tipo de controlo de acessos permite ainda a possibilidade de integrar vários dispositivos no ecossistema de segurança e combinar diferentes marcas e gamas, como o ZKBioSecurity da ZKTeco ou o HikCentral da Hikvision. By Demes, como distribuidor líder de tecnologias de segurança em Portugal, oferece o maior e mais extenso stock de produtos do mercado, além de garantir a colaboração direta com os fabricantes a todos os seus clientes. Para mais informações sobre controlo de acessos, entre em contato conosco através do formulário de contato By Demes, a nossa excelente equipa comercial irá atender-lo o mais rápido possível para esclarecer as suas dúvidas e aconselhá-lo.

Câmaras de vigilância para casa: onde e como instalá-las?
Câmaras de vigilância para casa: onde e como instalá-las?
Câmaras de vigilância para casa: onde e como instalá-las?

Devido ao alto risco de invasão e roubo em Portugal, manter a máxima segurança nas suas instalações profissionais é primordial. Nesse sentido, a instalação de câmaras de vigilância é um elemento essencial de prevenção. Contar com um sistema de CCTV completo e eficiente pode minimizar as consequências de uma intrusão. By Demes destaca-se pela liderança nacional na distribuição de sistemas CCTV, permitindo-nos adaptar a venda de câmaras de vigilância às necessidades mais precisas de cada projeto. Graças à excelente sinergia com as marcas líderes do setor, oferecemos as soluções mais completas e avançadas para todos os tipos de demandas. Descubra o nosso extenso catálogo de produtos CCTV. Para minimizar os riscos em casa, é altamente recomendável instalar tanto câmaras de vigilância internas, como câmaras de vigilância externas. Devido à natureza diferente das áreas de videovigilância, existem muitos dispositivos adaptados a cada ambiente, graças às características técnicas de alto desempenho. Se você está escolhendo câmaras de vigilância para sua casa e se pergunta onde e como instalá-las, neste guia completo da By Demes você encontrará detalhes essenciais, como os diferentes tipos de câmaras de vigilância, além de uma seleção de nossos melhores produtos, além de dicas sobre como instalar e usar sistemas de câmaras de vigilância doméstica. Os diferentes tipos de câmaras de vigilância residencial Existem muitas opções na hora de escolher o melhor sistema de vigilância residencial, dependendo do tipo de casa, das necessidades das pessoas ou do local onde o kit de câmaras de vigilância é instalado. Além disso, registramos que as câmaras fazem parte de um sistema também composto por outros dispositivos (gravadores, sistemas de armazenamento, análise de vídeo, centros de controle...), e que nem todas as câmaras funcionam de forma independente. Existem diferentes características que podem nos ajudar a identificar as câmaras de vigilância no mercado. Por exemplo, ao falar de conexão, podemos diferenciar entre câmaras de vigilância sem fio ou câmaras por cabo. Também podemos agrupá-las por sua forma, sejam do tipo bullet ou domo, e até mesmo por tamanho, como quando nos referimos às mini câmaras de vigilância ocultas. Assim, encontramos muitos tipos de câmaras de vigilância e cada uma delas pode oferecer diferentes vantagens: instalação, qualidade de imagem, armazenamento e até autonomia. Em geral, destacamos três tipos principais: Câmaras de vigilância IP Câmaras de vigilância analógicas Câmaras térmicas de vigilância As câmaras IP funcionam graças à internet e permitem controlar e visualizar imagens de vídeo por meio da conectividade entre a câmara IP e um telemóvel ou computador conectado. Para gravação e visualização de imagens, podem ser equipados com memória SD e gravar diretamente, ou exigir o suporte de um gravador NVR. São mais baratos que os sistemas tradicionais de CCTV, oferecem mais opções e são sem fio, mas há um risco maior de sabotagem pela conexão com a internet. Dentro das 3 categorias principais propostas por By Demes, encontramos diferentes modelos: bullet, dome, mini-dome, ocultas, box e veículo. Para o ajudar na sua escolha, recomendamos-lhe que visite a nossa selecção das melhores e mais bem sucedidas câmaras de vigilância, adaptadas às casas e para uso interior e exterior. Por outro lado, temos a categoria de câmaras analógicas que fazem parte do sistema tradicional de CCTV (Circuito Fechado de Televisão). São conectados diretamente por um cabo ao gravador que transmite as imagens gravadas que podem ser consultadas em tempo real, o que garante maior confiabilidade da imagem. Por isso, representam uma boa solução de câmaras de vigilância para locais sem internet, embora haja risco de sabotagem física se os cabos não estiverem instalados corretamente e forem muito visíveis. Finalmente, o último tipo que mencionaremos são as câmaras térmicas, que, como o próprio nome indica, baseiam a sua vigilância na detecção de temperatura, usando as temperaturas dos corpos humanos em caso de intrusão. Dentro das 3 categorias principais propostas pela By Demes, encontramos diferentes modelos: bullet, domo, mini-domo, oculto, box e para veículos. Para o ajudar na sua escolha, recomendamos que visite a nossa seleção de câmaras de vigilância com o melhor e mais eficaz desempenho, adaptadas a casas e para uso exterior e interior. Câmaras de vigilancia interior A instalação de câmaras de vigilância em ambientes internos deve respeitar alguns aspectos estratégicos para otimizar o desempenho geral do sistema de CCTV. Para proteger as suas instalações profissionais, é essencial poder receber notificações em caso de alarme ou intrusão real na residência, da mesma forma que pode consultar as imagens em tempo real graças às câmaras de vigilância sem fios de tipo IP com uma conexão à Internet. De facto, não se considera apenas o risco de intrusão, mas também a vigilância de pessoas, razão pela qual também são instaladas câmaras de vigilância para idosos ou para monitorizar o comportamento das crianças. Ao escolher o tipo de sistema, o tamanho da casa e a experiência da pessoa terão que ser considerados. Para casas e apartamentos de tamanho normal, as câmaras de vigilância interna sem bateria do tipo IP são as mais recomendadas, devido ao seu conforto e facilidade de uso e instalação. No entanto, para espaços maiores, você pode optar por câmaras de vigilância sem wifi, que exigem uma organização de instalação mais precisa devido à conectividade com fio. Para maximizar o grau de segurança, a instalação de câmaras de segurança deve ser realizada nas principais vias de acesso, para o que deverá ser realizado um plano de estudo da casa para posicionar as câmaras nos pontos mais adequados. Para detectar uma intrusão o mais rápido possível, você terá que priorizar: portas, janelas, varandas e, para obter o melhor campo de visão das áreas internas de videovigilância, recomenda-se colocar as câmaras em ângulos. Além disso, os corredores também são formas estratégicas de reconhecimento de intrusos. Em seguida, é necessário optar por câmaras de vigilância internas com gravação, que proporcionam reconhecimento facial e visão noturna, a fim de distinguir um intruso de um familiar. Por fim, se você possui câmaras ocultas, câmaras analógicas com fio ou câmaras IP Wifi, um amplo armazenamento é essencial. A escolha de um sistema que garanta o acesso e armazenamento seguro das imagens protege a sua privacidade e representa uma fonte de provas em caso de intrusão e investigação policial. As melhores câmaras de vigilância internas para casa 1. Câmara compacta WiFi IP DAHUA-2650-FO A câmara compacta Wi-Fi IP da DAHUA pra interiores oferece iluminação infravermelha de 10m para uso interno, formato h.265/H.264/MJPEG, resolução 1080P a 25ips, slot MicroSD, 12V CC. 2. Câmara compacta WiFi IP DAHUA 2651-FO A câmara compacta Wi-Fi IP DAHUA para interiores possui 4MP com iluminação infravermelha de 10 m para interiores, formato H.265/H.264/MJPEG, Incorpora microfone, slot MicroSD, 2AXIS, lente fixa de 2,8 mm (97°). Câmaras de vigilância para o exterior Os sistemas de CCTV para o lar também incluem a instalação de câmaras de segurança externas, que permitem o controle e vigilância completos de sua casa, ficando um passo à frente de pessoas com intenções de intrusão ao domicílio. As condições de instalação das câmaras de vigilância domésticas e externas são muito diferentes das internas. Em primeiro lugar, ao instalar um sistema de videovigilância ao ar livre, devemos tentar filmar apenas nas áreas que nos pertencem, sem prejudicar os vizinhos ou as áreas da comunidade, o que pode parecer lógico, mas se ignorado, pode expor a pessoa a importantes sanções legais em caso de não aplicação da lei de proteção de dados. Por este motivo, a comunidade deve ser notificada e deve ser instalada uma placa de videovigilância em frente à sua propriedade para alertar sobre a presença de câmaras de vigilância externas. A nível técnico, é necessário instalar câmaras com lentes fixas (não robóticas) para gravar apenas imagens do nosso espaço privado. Quanto à instalação em si, quer se trate de câmaras de vigilância IP sem fio ou câmaras de vigilância CCTV com fio, elas terão que ser protegidas contra as condições climáticas. A escolha de um local seguro e protegido da chuva é importante, também se for recomendado optar por câmaras à prova d'água, ao nível de resistência, as câmaras devem ter pelo menos certificações IP66 ou IP67 para, entre outras coisas, garantir que resistam às temperaturas extremas. Ao mesmo tempo, as câmaras não devem ser visíveis diretamente para as pessoas, embora haja um aviso através da placa de alarme, é preferível que elas não possam antecipar seus movimentos. Nesses casos, você pode optar por câmaras de vigilância ocultas, pois é importante instalar as câmaras de vigilância externas com ou sem fio em locais que não atraem diretamente a atenção de possíveis invasores. Para conselhos mais específicos sobre instalação de câmaras, consulte nosso artigo no qual falamos sobre a instalação de câmaras de vigilância de acordo com as autoridades policiais da Catalunha. Las mejores cámaras de vigilancia exterior para casa 1. Câmara bullet IP Wifi DAHUA-2617-FO A câmara bullet IP Wifi de DAHUA possui um smart IR de 30m para uso externo, lente fixa de 2,8 mm (106°), resolução 1080P a 25ips, 12V DC, formato H.265/H.264/MJPEG, Slot MicroSD, Filtro ICR. 2. Câmara bullet IP Wifi DAHUA-2616-FO A câmara bullet IP Wifi de DAHUA por sua vez oferece smart IR de 30m para uso externo, formato H.265/H.264/MJPEG, 12V DC, resolução de 4MP a 20ips, IP67, slot MicroSD, 0,1195 lux F2.0 O melhor sistema de vigilância residencial, sempre disponível na By Demes Devido à grande variedade de produtos que oferecem proteção de videovigilância doméstica, as necessidades dos clientes devem ser estudadas com a maior precisão, proporcionando assim os sistemas de CCTV mais adaptados e eficientes para cada situação. Como explicamos, existem inúmeros tipos de câmaras de CCTV adaptáveis ​​a cada tipo de residência, bem como pequenas empresas que exigem um sistema de CCTV interno e externo. Para obter a máxima segurança e dispor de sistemas de câmaras de videovigilância adaptados e eficientes, é necessário ter em conta todas as características da instalação e condições de utilização. Por fim, se necessitar de alguma informação ou assistência na escolha dos sistemas CCTV, não hesite em contactar-nos através do formulário de contacto By Demes, a nossa excelente equipa comercial irá ajudá-lo o mais rapidamente possível para responder às suas questões e aconselhá-lo.

As soluções de segurança cibernética da Honeywell estão em conformidade com a Lei NDAA dos Estados Unidos
As soluções de segurança cibernética da Honeywell estão em conformidade com a Lei NDAA dos Estados Unidos
As soluções de segurança cibernética da Honeywell estão em conformidade com a Lei NDAA dos Estados U...

Em um mercado cada vez mais globalizado, a cibersegurança é especialmente importante no setor de segurança e vigilância. Nesse sentido, o cumprimento dos regulamentos da NDAA (John S. McCain's National Defense Authorization Act 2019) pode ser essencial, mesmo em empresas com sede europeia, uma vez que a aquisição ou uso de produtos de empresas incluídas em uma lista de exclusão pode resultar em proibição em fazer negócios com empresas dos Estados Unidos. Todos os subdistribuidores ou varejistas que têm objetivos comerciais nos EUA podem contar com as soluções de segurança cibernética da Honeywell, que estão em conformidade com a Lei NDAA dos EUA.   Soluções de vigilância por vídeo compatíveis com NDAA A Honeywell Security é, sem dúvida, um dos melhores fornecedores de sistemas de segurança do mercado. A combinação de novas tecnologias e segurança informática permite-nos oferecer soluções avançadas e cada vez mais flexíveis para as empresas. Especialmente focados no cumprimento da normativa da Lei de Autorização de Defesa Nacional, encontramos duas séries relevantes: Câmaras Série 30 Excelente qualidade de imagem HD até 5 MP Solução de vigilância flexível: ampla gama de opções de zoom e objetiva para todos os tipos de instalações. P66 e IK10 (dependendo do modelo) Fácil de instalar e usar: Alimentação através de Ethernet, configuração remota e várias opções de montagem Armazenamento de vídeo integrado: Suporta cartões microSD (Classe 10) de até 256 GB Detecção avançada de pessoas em movimento Perfeito para qualquer tipo de instalação de segurança Cumprem com a seção 889 do NDAA Câmaras Série 60 Excelente qualidade de imagem HD até 5 MP Solução de vigilância flexível: ampla gama de opções de zoom e objetivos para todos os tipos de instalações. IP 66/67 e IK10 e NEMA 4X (domo e bullet externo) Chips integrados com certificação FIPS integrados para criptografia de transmissão e criptografia de cartão SD de acordo com AES 256 Análise de vídeo integrada que reduz alarmes falsos Fácil de instalar e usar: Alimentação através de Ethernet, configuração remota e várias opções de montagem  Armazenamento de vídeo integrado: Suporta cartões microSD (Classe 10) de até 256 GB Detecção avançada de pessoas em movimento Perfeito para qualquer tipo de instalação de segurança Cumprem com a seção 889 do NDAA Para obter mais informações sobre as soluções de segurança cibernética da Honeywell, use o formulário de contato de By Demes, nossa excelente equipe comercial o ajudará o mais rápido possível.

Detectores de fumo: tipos, instalação e manutenção
Detectores de fumo: tipos, instalação e manutenção
Detectores de fumo: tipos, instalação e manutenção

Nas suas instalações profissionais, os riscos de incêndio não podem ser minimizados ou ignorados. Embora a regulamentação já exija a existência de dispositivos anti-incêndios em hotéis, naves industriais, comunidades de vizinhos, entre outros, é essencial ter uma solução completa de proteção contra incêndio composta por detectores de fumo de última geração que permitam detectar um incêndio e agir o mais rápido possível. Na By Demes, oferecemos aos nossos clientes o maior catálogo de soluções e dispositivos de prevenção de incêndios juntamente com as marcas mais destacadas do setor. De facto, ao nível da prevenção, não existem dispositivos mais eficazes do que os detectores de fumo e incêndio para garantir a máxima segurança dos seus projetos. Por outro lado, também é necessário saber como instalá-los corretamente. Pensando nisso, By Demes quer compartilhar com os nossos clientes um pequeno guia sobre detectores de fumo: tipos, instalação e manutenção. Conselhos essenciais para oferecer as soluções mais avançadas do mercado em termos de detectores de incêndio. Além disso, você também encontrará uma pequena seleção dos melhores dispositivos do nosso catálogo de produtos PCI (Proteção contra incêndios). O que são detectores de fumo e para que servem? Os detectores de fumo (ou detectores de incêndio) são dispositivos capazes de detectar diferentes tipos de combustão. E é que antes de um incêndio não apenas se produz fumo, mas também gases e outros indicadores (que o sistema saberá identificar e notificar graças a alarmes). Assim, é necessário especificar que os detectores de fumo representam realmente um tipo de detector de incêndio. O objetivo da instalação de detectores de incêndio é antecipar e evitar um possível incêndio graças à capacidade de análise dos sensores de fumo e fogo. Sabendo que os incêndios podem ser causados ​​por simples erros, falsas manipulações ou incidentes imprevisíveis como curtos-circuitos; é mais do que aconselhável equipar as suas instalações com detectores de fumo e fogo para evitar uma possível tragédia e salvar vidas. Portanto, podemos nos perguntar: como funcionam os detectores de fumo e incêndio? Entre os diferentes modos de operação, distinguimos os sistemas baseados exclusivamente na detecção de fumo (óptico) de outras formas de detecção que podem ser: térmica, chama ou radiação. Se falamos de detectores de fumo, o principal modo de operação corresponde a: Detectores ópticos (ou foto-eléctricos): utilizam a dispersão da luz como sensor dentro do dispositivo, para que quando houver combustão e o fumo entrar no detector, altera a difusão da luz do LED, esta modificação serve como um indicador para detectar e informar de uma possível combustão no espaço interior. Considerando os outros meios de detecção, existem: Detectores térmicos: os sensores neste caso não se focam na presença de fumo, mas na detecção de altas temperaturas anormais e possível combustão, o que permite que o dispositivo seja classificado como detector de incêndio e não como detector de fumo. Os sensores serão ativados quando a temperatura ultrapassar o limite definido no painel de controle do dispositivo. Detectores de chamas e radiações: neste caso, os sensores focam diretamente na detecção de chamas para indicar um incêndio. O método óptico utilizado para detectar fumo também é útil para detectar chamas, pois emitem radiação eletromagnética de fácil identificação por sensores. Tipos de detectores de fumo disponíveis na By Demes As soluções de detectores de fumo e incêndio disponíveis na By Demes são diferenciadas em duas categorias principais: sistemas analógicos e sistemas convencionais. A diferença está no fato de que um sistema analógico poderá identificar o dispositivo que foi acionado, enquanto o convencional designará apenas a zona em que os detectores foram acionados. Dentro dessas duas categorias, propomos diferentes tipos de sensores de fumo e incêndio: ópticos, térmicos, Termo velocimétricos e óptico-térmicos. Detectores Analógicos Detectores Analógicos Ópticos Detector foto-eléctrico de fumos HOCHIKI Foc-844: sensibilidade variável, direção eletrónica, câmara removível de alto desempenho, LEDs duplos permitem visualização de 360º. Detectores Analógicos Térmicos Sensor térmico analógico para detecção de incêndios COFEM-4: sensor térmico analógico para detecção de incêndios, activação a 55°C, duplo LED de alarme, EN 54 parte 7.  Detectores Analógicos Termovelocimétricos Detector térmico-termovelocimétrico analógico HOCHIKI FOC-562: Indicadores visíveis de 360°, direcionável ​​eletronicamente, sensibilidade variável, policarbonato branco, EN54.  Detectores Analógicos Óptico-Térmicos Detector óptico-térmico para detecção de incêndios COFEM-2: LED de alarme duplo, ativação a 55°C, EN 54 parte 7. Detectores Convencionais Detectores ópticos convencionais Detector óptico Morley-IAS MORLEY-108: Sistema convencional da série ECO, incorpora função LED, saída para indicador de ação, Certificado EN54-5 Classe A1S, Requer base de conexão MORLEY-58 (ECO1000B). Detectores Térmicos Convencionais Detector térmico HOCHIKI FOC-838: detecção de calor linear eletrónica, saída de indicador remoto, leds visíveis de 360°, detector de temperatura fixo, proteção IP63. Detectores Termovelocimétricos Convencionais Detector termovelocimétrico convencional para detecção de incêndio  COFEM-27: activação 55°C, LED de alarme duplo, EN54-4 Classe A2R. Detectores Óptico-Térmicos Convencionais Detector óptico-térmico combinado convencional HONEYWELL MORLEY-106 : 24V CC, carcaça PC / ABS, EN54-5, EN54-7.  Instalação e manutenção de detectores de fumo Como mencionamos anteriormente, não basta ter detectores de fumo e alarmes de incêndio, mas é igualmente importante saber onde colocá-los de forma eficiente e como mantê-los sempre em boas condições de funcionamento. Onde colocar detectores de fumo e incêndio? Para começar, é necessário definir um plano de instalação para a escolha dos locais internos onde os dispositivos PCI serão instalados. Para cobrir uma área máxima, aconselhamos a instalação de pelo menos um detector por sala ou ambiente, o que diminuirá o tempo entre o início da combustão e o momento em que é detectado e comunicado através do alarme. Portanto, salas que exigem maior vigilância terão que ser priorizadas, como salas com muitos dispositivos eletrónicos conectados ou com uma fonte de calor significativa que implique um risco. Como o fumo sobe, é recomendável posicionar seus detectores no teto, de preferência no centro, onde o calor e o fumo estão concentrados, ou a pelo menos 50 cm dos cantos. Se forem instalados em parede, não devem ficar mais de 30 cm abaixo do teto, pois isso reduziria a capacidade de detecção. Por outro lado, recomenda-se uma distância máxima de 12 metros entre os detectores de fumo e incêndio para cobrir todo o espaço disponível. Além disso, ao colocar os dispositivos, evite a proximidade de fontes de calor, como radiadores ou outros tipos de aquecimento, bem como aberturas de ventilação que possam enganar os sensores de fumaça. Manutenção de detectores de fumo Para manter os dispositivos de proteção contra incêndio em boas condições, e levando em consideração que os dispositivos terão que ser substituídos em algum momento, alguns passos são necessários: A limpeza: os detectores devem ser mantidos limpos para garantir que os sensores possam detectar incêndios, recomendamos remover periodicamente a poeira acumulada com um aspirador de pó ou uma escova macia. Para limpar completamente, o sistema terá que ser desmontado para entrar todas as áreas. Gestão de bateria e pilhas: no caso de utilizar pilhas alcalinas, estas terão de ser substituídas todos os anos, pelo que se recomenda a utilização de baterias de lítio, que oferecem maior longevidade. Para verificar se a bateria/pilhas precisam ser trocadas, também é recomendável realizar alguns testes periódicos de funcionamento, acionando voluntariamente o alarme do próprio dispositivo. Substituir os detectores: após 8 a 10 anos de uso, os detectores de fumo e incêndio precisarão ser substituídos. O que é uma oportunidade de se equipar com aparelhos mais modernos e atualizados com as inovações tecnológicas. Para mais informações utilize o formulário de contato da By Demes, e a nossa excelente equipa comercial lhe atenderá o mais breve possível

By Demes, novo distribuidor de Defendertech em Portugal
By Demes, novo distribuidor de Defendertech em Portugal
By Demes, novo distribuidor de Defendertech em Portugal

O novo acordo comercial alcançado em 2022 faz da By Demes o novo distribuidor da Defendertech em Portugal. Desta forma, ampliamos o nosso catálogo de soluções e oferecemos a todos os nossos clientes em Portugal uma solução inovadora para complementar os seus projetos. Segurança de 360º graças a Defendertech Defendertech, empresa de origem italiana, produz dispositivos inovadores de intrusão fabricados na Itália, que garantem uma segurança completa, quer se trate de sistemas anti-roubo ou de desinfecção. Atualmente possui três principais linhas de produtos: DefenderTech e Extrafog para intrusão e SanyTech para desinfecção de ambientes. Além disso, essas três linhas de produtos se adaptam a diferentes situações e ainda oferecem uma solução híbrida automatizada desinfetante-antifurto. Geradores de Neblina Defendertech A principal solução antifurto da Defendertech se concentra nos canhões de neblina, projetados para compensar uma grande deficiência que caracteriza os sistemas de alarme clássicos: o tempo entre o disparo do alarme e a chegada da polícia ou dos seguranças. E é que, nos dias de hoje, os ladrões nem sempre se intimidam com sirenes ou câmeras de vigilância por vídeo. Nesse sentido, Defendertech permite neutralizar intrusos, disparando uma névoa antifurto particularmente densa, que cega, prende e deixa apenas uma alternativa: fugir do local. Algumas das características dos geradores de névoa Defendertech são: Neblina densa, pesada e persistente, recarregável a qualquer momento Líquido sem data de validade, pronto para disparar por 10-20 minutos, mesmo quando completamente frio Baixo consumo, apenas quando o sistema está armado e, na ausência de eletricidade, é capaz de disparar um tiro de 1 minuto Compatível com qualquer painel de controle e capaz de integração com software de terceiros Diferentes níveis de proteção contra disparos acidentais Assistência técnica de alto nível Conformidade com a norma EN 50131-8, oferecendo assim líquidos e névoas 100% seguros para pessoas, animais e objetos (não são inflamáveis) 5 anos de garantia Assim, a Defendertech oferece um produto Dual Use (anti-roubo + desinfetante) com máxima versatilidade de instalação, menor custo de manutenção, consumo de energia realmente baixo e uma gama de dispositivos totalmente autônomos. Descubra no Catálogo Defendertech da By Demes os diferentes modelos oferecidos pela inovadora marca de geradores de névoa. Integração com U-PROX A integração com os painéis U-PROX torna o sistema plug & play, uma vez que o transmissor de acionamento está incorporado e, em caso de alarme, acionaria o gerador de névoa. Integração avançada com VESTA A integração dos geradores de neblina com o VESTA permite total controle e supervisão de forma simples e fácil. Basta cadastrarmos os módulos geradores de neblina na central e ela estará pronta para uso. Podemos monitorar: Sabotagem do gerador de neblina Estado do armado aquecedor (armado ou desarmado) Nível de líquido (Sem líquido/Nível de líquido normal) Monitoramento de comunicação A ativação da névoa pode ser executada por: Alarme Alarme verificado (mais de uma zona é ativada em um período de tempo programável) Remotamente pelo APP Do CRA Para mais informações utilize o formulário de contato By Demes, nossa excelente equipe comercial irá atendê-lo o mais breve possível.

Design de segurança OPTEX baseado em zonas
Design de segurança OPTEX baseado em zonas
Design de segurança OPTEX baseado em zonas

Os sistemas de segurança atuais não param de evoluir, adaptando e aperfeiçoando a proteção de áreas externas. A ampla gama de sensores OPTEX permite definir e proteger cada uma das áreas, criando assim um design de segurança anti-intrusão baseado em zonas. A integração de sensores OPTEX em painéis de controle de alarme avançados, como VESTA e U-PROX, permite maior flexibilidade e versatilidade em comparação com outros sistemas de intrusão do mercado. A seguir, veremos com mais detalhes as vantagens da instalação de sensores de movimento externos OPTEX, especialmente em um ambiente de segurança baseado em zona. Detetores OPTEX, o que eles oferecem e por que escolhê-los? É fundamental que ao escolher um detetor de intrusão ou detetor de movimento apostemos num dispositivo extremamente idôneo, só assim podemos garantir uma boa taxa de captura e imunidade a falsos alarmes. Uma maneira eficaz de garantir que um sensor é adequado é observar a qualidade dos componentes, que foram testados anteriormente, como a qualidade da lente, as informações técnicas de seus componentes, os elementos pirotécnicos, os sensores de micro-ondas, a coberturas e a classificação IP. Especificamente, a OPTEX realiza mais de 150 testes em cada um de seus sensores para garantir uma operação ideal e estável em qualquer época do ano. Ao mesmo tempo, também é importante poder oferecer ao instalador uma variedade de dispositivos para escolher de acordo com os problemas apresentados por seus projetos. Nesse sentido, a OPTEX oferece detetores infravermelhos passivos (PIR) e detetores de tecnologia dupla (DT) com tecnologias PIR e micro-ondas. Também é conveniente para o técnico garantir uma instalação simples, mas que ao mesmo tempo permita o ajuste da área de deteção de maneira confortável. Neste caso, trata-se de um produto que oferece até 5 opções de alcance de deteção (2,5m, 3,5m, 6m, 8,5m ou 12m) sinalizadas por cores no mesmo aparelho. Por último, mas não menos importante, é importante destacar a importância da versatilidade do produto. OPTEX permite a sua integração com importantes marcas de intrusão do mercado, como VESTA e U-PROX, instalação sem cablagem e excelente controlo remoto do sistema de intrusão exterior graças aos protocolos de comunicação bidirecional do sensor ao painel de alarme. Vantagens dos sensores OPTEX em comparação com outras marcas A tecnologia pioneira oferecida pelos sensores de movimento externo OPTEX e sua integração com os sistemas de alarme mais avançados do mercado se destacam em comparação com outros dispositivos concorrentes: Zonas e distâncias claramente bem definidas Adequado para instalação em pátios e jardins, podendo ser colocado em frente a vegetação em movimento sem disparadores de falsos alarmes. Sensores 100% digitais, que diferenciam entre luz artificial e natural Anti-mascaramento ativo Possibilidade de aumentar ou diminuir automaticamente a sensibilidade, especialmente no verão, quando as temperaturas do corpo e do ambiente são tão semelhantes Fácil de instalar e colocar, graças ao guia de usuário detalhado do OPTEX Máxima qualidade e durabilidade, com garantia de até 5 anos O que são zonas de segurança? Um conceito desenvolvido pela OPTEX e que está na vanguarda das soluções de proteção perimetral é a diferenciação das áreas a serem protegidas. O conceito baseia-se no aumento da eficácia de um sistema de segurança, não só protegendo o interior do edifício, mas também adicionando vigilância à área perimetral, à vizinhança e aos limites do imóvel. Ao integrar a vigilância exterior e interior, cria-se uma linha de defesa que incorpora diferentes níveis de alerta e que ajuda a prevenir ou comunicar antecipadamente um roubo ou intrusão. Esta solução é especialmente indicada para aplicações residenciais, casas de campo, quintas, armazéns industriais e está mesmo já implementada em infraestruturas críticas. Na imagem, vemos a criação de várias zonas exteriores. A Zona B destina-se a proteger a área mais próxima de uma habitação, tanto a proximidade como a própria fachada: Dispositivos recomendados para zona B - fachadas Os dispositivos recomendados pelos técnicos da By Demes nas zonas mais próximas da casa são os seguintes: Série FTN (OPTEX-32 e OPTEX-33) Série BXS (OPTEX-118 e OPTEX-121) Dispositivos recomendados para zona B - proximidade do edifício No caso de instalação de dispositivos na zona de proximidade, a recomendação seria utilizar estes outros dispositivos: Série WXI/S (OPTEX-155 e OPTEX-158) Série VXI (OPTEX-15 e OPTEX-18) Série QXI (OPTEX-174 e OPTEX-177) Série VXS (OPTEX-114 e OPTEX-115) Integração avançada com VESTA e U-PROX Como mencionamos no início, um aspecto muito interessante que o OPTEX nos oferece é a possibilidade de integrar os sensores com sistemas avançados de intrusão, como o Sistema de Alarme VESTA ou com o Sistema de Alarme U-PROX. Em ambos os casos conseguimos uma maior versatilidade do sistema de alarme, complementando-o com um dos produtos de segurança perimetral mais avançados e fiáveis do mercado. Transmissores para integração com VESTA: Transmissor via rádio F1 868MHz (VESTA-148): compatível com a série de detetores via rádio bidirecional OPTEX: VXI, BX, FTN, VXS, BXS, WXI, WXS, QXI Transmissor via rádio F1 868MHz (VESTA-271): segunda geração, compatível com a série de detetores via rádio OPTEX: QXI-RDT-X5, BXS-RAM, VXS-RAM e WXI-RAM Transmissor para integração com U-PROX: Transmissor multifuncional U-Prox (UPROX-049): compatibilidade com detetores de terceiros com saída de alarme com fio. Para mais informações utilize o formulário de contato By Demes, e a nossa excelente equipa comercial irá atendê-lo o mais breve possível